8.19.2012

voltei!

não, calma paparazzis, eu não voltei.

na minha mui misteriosa e preenchida vida aprendi entretanto que:

1 - quando uma coisa só nos dá desgostos, talvez seja tempo de abandoná-la.

2- aprende-se mesmo com quem achamos que não temos nada a aprender.

3- sim, quase morrer é muito diferente de morrer mas não nos traz nada de novo de aproveitável (isto já foi em fevereiro, quando todas as pessoas da minha familia e eu fomos para o hospital envenenados e fizemos tratamentos, ninguem morreu nem nada, mas posso garantir que ninguem teve nenhuma revelação espetacular lá por isso).

4- ah pois é, a vida é uma grande merda 99% do tempo, por isso se não souberem aproveitar esses 1%, azar o vosso.

5- nunca vou ser uma pessoa fofinha e se fossemos todos assim não haveria espaço para outras pessoas. não fofinhas pois.

6- vou sempre sentir falta de alguma coisa e de algumas pessoas. tenho de aprender a viver com isso.

7- a unica coisa de que me vou arrepender para sempre é de não dizer as merdas que sinto na cara de quem as merece mesmo. e é só nisso que tenho de me focar.

8 comments:

a mulher certa said...

é dizer, é dizer.(ponto 7)

Espiral said...

SOU IGUAL NO PONTO 6.

sIM APRENDE-SE A VIVER. e ATÉ É BOM.

cAGA PARA QUEM ACHA QUE NÃO =)

Isa said...

yep, impor limites, travar o outro qdo ele extrapola os limites. bem vinda :)

Silvana Santos said...

A nr 4 é uma grande verdade!

Panda said...

olha da 7 não sofro o mesmo mal. O meu problema é dizer na cara das pessoas sempre aquilo que sinto. Olha que não sou mais feliz por isso. Não morro é entalada, como costumo dizer.

Ana Sofia Santos said...

bem vinda, ou quase bem vinda :)

pedro b said...

meto o meu dinheiro todo no 7 e deixo o relógio e o carro no 1. é para ganhar!

sem-se-ver said...

0 1 bateu-me fundo.


e bem-regressada :)

pessoas com extremo bom gosto