5.15.2012

não sou a pessoa mais sociável do mundo

e sei que vou acabar sozinha numa casa com cães (coisa que não me preocupa absolutamente nada, a não ser por causa dos cheiros dos cães).

dois amigos chegados que não tinham namoro há algum tempo arranjaram namoro quase ao mesmo tempo. parece que descobriram alguma espécie de pólvora porque (sem que mexam uma palha para isso) de cada vez que falam comigo repetem qualquer coisa como "tens de arranjar namoro", parecendo esquecer todas as vezes que disse (e sim, era a sério) que sou mais feliz solteira.

se eu resolvesse não ter respeito pelas opções de vida das outras pessoas também andava aí a dizer "tens de largar o teu namoro/marido, vais ser mais feliz solteiro/a", mas claro, seria patológica.

11 comments:

Alexandra, a Grande said...

Adoro isso. Assisto muito a uma situação que é assim: "Deixa cá ver que amigos solteiros é que eu "ainda" tenho para te apresentar".

SuperSónica said...

Bolas até parece que é uma imposição da sociedade. Enerva mesmo.

Clara said...

é mesmo uma imposição. vou começar a dizer que sou lésbica para ver se me tentam converter.

Ana Sofia Santos said...

essa do lésbica esta muito boa. A mim ninguém apresenta ninguém, não devo ter amigos hehe

Clara said...

não, a mim também não me apresentam.

Mak, o Mau said...

O problema é as pessoas tomarem a sua realidade como a realidade que interessa aos outros.

Utilizar o discurso destrutivo, como em "Não me apresentem pessoas solteiras, apresentem-me antes comprometidas que assim o desafio é maior" normalmente é remédio santo. Não beneficia a vida social aos olhos dos outros, mas funciona...

Clara said...

não, é que vocês não têm noção, nem a esse trabalho se dão (de me apresentar pessoas) é só mesmo perguntar insistentemente e dizer a mesma coisa sempre que comunicam comigo.

Isa said...

O que acaba comigo é o "tens de"... e o facto de não sermos ng sem um gajo atrás. é o diabo e não há paciência...

Ana Sofia Santos said...

ahh
então estou igual
as vezes depois do tudo bem, vem a pergunta fatal
eu cá reviro os olhos

Ana said...

Parece que há coisas que só funcionam para um lado. É como poder dizer "estás tão magra!" mas nunca "estás tão gorda". É pena.

Maria Eva said...

Com eu te compreendo. Já namorei muito e continuo a namorar. Já fui comprometida várias vezes e até já fui junta! Mas sou muito mais feliz sem compromissos :)

pessoas com extremo bom gosto