10.02.2012

nunca é demais dizer que o meu filho é o mais fofo

de manhã enquanto demorávamos no meio do trânsito expliquei-lhe sucintamente a crise e porque era tão difícil combatê-la (sim, os miúdos vivem aterrorizados com isto da crise). no fim perguntei-lhe o que é que ele faria se fosse do governo, para acabar com a crise. ele respondeu:

aumentava menos os impostos, porque seria melhor ir pagando a dívida mais devagar mas sem destruir o país.

(resta-me dizer que a seguir lhe expliquei porque é que não pode ser assim).

7 comments:

Scarlet Red said...

Então explica-me lá a mim também se faz favor...

pc said...

não sei se não pode,....

Clara said...

Scarlett, amanhã o gaspar explica tudo tudo tudo.

PC, eu dei-lhe a resposta que nos é papagueada diariamente, realmente saber eu também não sei. aliás, ninguém sabe porque actualmente as pressões aos alemães para tratar a dívida dos PIGS de outra forma já vai sendo alguma. a frança é a próxima a cair e depois da frança...quem sabe.

Silvana Santos said...

Grande resposta!

calita said...

Pois eu também gostava de saber porque é que não pode ser assim, como sugeriu o fofo do teu filho.

tiago leal said...

Manda mas é o teu filho para o Ministério das Finanças a ver se isto entra nos eixos! :)

Clara said...

coitadinho, é meu filho, não lhe desejo mal. pior que isso só se fosse para uma tuna.

pessoas com extremo bom gosto