1.16.2013

hapiness

o meu conceito actual de felicidade prende-se muito com o pijama (ficar de pijama, vestir o pijama).

ou, como diz a minha filha, quando chegar aos 40 não quero ser como a mãe.

e eu ainda só tenho 37.

8 comments:

S. G. said...

pensei nisso a semana passada.
o que era a felicidade para mim, se não o acordar depois de um longo sono retemperador, que me deixava tranquilo e pacificado, mesmo que para isso tivesse "perdido" a manhã?

o problema está na pressão e nas formas de felicidade que incutem. hoje é sempre preciso fazer alguma coisa, estar em algum lado, correr para um objectivo.

interessante este artigo:

http://www.dn.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=2973436&seccao=Manuel%20Maria%20Carrilho&tag=Opini%E3o%20-%20Em%20Foco&page=-1

e viva o pijama :)

pedro b said...

o meu, e porque nunca fui grande fã de pijamas, era mais livrar-me destes coleguinhas de trabalho para sempre!

Johnny Guitar said...

A partir dos 25, qualquer pessoa de pijama parece 5 anos mais velha.

krasiva said...

mas sabe tão bem :)

Clara said...

SG, ia ler mas depois vi a cara do to maria carrilho e não consegui.

pedro, entendo-te tão bem, esse é o meu segundo conceito de felicidade (embora não para todos, só alguns).

Johnny,o meu pijama é mega sexy, ok???

krasiva, só o facto de podermos escolher sabe bem.

Tamborim Zim said...

Eu tenho 36 e pijama, roupão, pantufas... há melhor??

PPR said...

Olá! Gostava muito que visitasse o meu blog e deixasse a sua opinião. Se gostar partilhe-o pelos seus leitores :)
http://umbrindeafrustracaodacondicaohumana.blogspot.pt/

Susana Pina said...

O que eu te percebo! Ainda que já esteja num estádio superior: preciso do pijama e da cama. Claramente, o momento alto do meu dia. Ao que chegou a minha definição de felicidade...:-)

pessoas com extremo bom gosto