5.05.2010

jump

há por aqui [bloga] tantos desvios mentais que me sinto uma pessoa demasiado saudável. não destilo ódios. não tenho invejazinhas da escrita e da vida dos outros. nunca criei um inimigo aqui. não recebo hate mail nem hate coments. não uso o blog para me promover. não escrevo para engatar. não tenho esta coisa para mostrar que sou mais fabulosa-trabalho mais-tenho uma vida mais dura-os meus filhos são melhores-mais-bonitos-mais inteligentes-que sou mais fashion-que sou mais culta-que escrevo melhor-que poderia publicar livros-que conheço restaurantes-discotecas-hoteis mais in-que tenho mais amigos-que viajo mais.

passo demasiado tempo a mostrar que sou normal. serei normal?

11 comments:

a mulher certa said...

tu no fundo, com este texto, achas que és melhor que qualquer pessoa que faz o que descreves. achas que és melhor por achares que os outros não são normais.

Clara said...

acho que sou melhor do que uma pessoa que se deixa enredar em ódios e invejas e que os vem destilar para aqui [ou para outro lado]. sim, acho. mas só porque me esforço monumentalmente para não cair nisso. e, se nem sempre consigo [porque nem sempre consigo, infelizmente], volto a esforçar-me e nunca acho aceitável fazê-lo. nem é normal, é aceitável.

Joana said...

Estou com a mulher certa. Para mostrares que não és como as outras, mostraste que és exactamente com as outras, fingindo não o ser!

Clara said...

ahahah, se calhar foi mesmo isso, meninas.

Mafalda M. said...

Eu definitivamente acho que este blogue não é como a maioria dos blogues femininos.
Eu gosto bastante de o ler. São raros os blogues não temáticos, generalistas que leio. Este faz parte desse lote.
Gosto muito e identifico-me.
Se és normal? Sim para mim tu é que és normal.

Miúda-Mulher said...

Este post não combina com os outros...

a mulher certa said...

Não é só ela que é normal. Todos somos. Também gosto de a ler. Não gosto é de ler pessoas enaltecerem-se dizendo que são normais quando acabam por fazer o mesmo. E já li tantos posts desses. Foi apenas mais um. Tinha de o comentar. A Clara escreve bem. Isso ninguém lhe tira. Agora ser melhor que os outros e mais normal? Não. Digamos que não esteve bem. Na minha opinião, claro.

Clara said...

oh. claro que não sou só eu que sou normal. aliás a definição de normalidade é muito lata e nem existe per se. todos os blogs que leio [e são muitos] são escritos por pessoas "normais". depois descubro umas coisas que acho muito feias a coberto do anonimato, como se as pessoas só precisassem de mostrar carácter quando se sabe quem são. desequilibrados somos todos. ou alguém está sempre perfeitamente equilibrado/a?

a mulher certa said...

Não, tem razão em relação à questão. Só isso. O mesmo não digo quanto ao que transmite com o texto. Acho que já dei o meu pnoto de vista. Não vou bater na mesma tecla.

(ninguém a chamou de snob)

Clara said...

chamou, mulher certa. mas não foi aqui. e era [é] merecido. aliás a palavra e aplicação eram justas, na medida em que snob significa qq coisa como "sem nobreza". no caso como era "snobeira intelectual" é bastante óbvio que eu não tenho bases para me achar mais intelectualmente evoluída do que a maior parte das pessoas à volta. eu sei que não sou. e no entanto assumo que sou...[confuso, pois].

Fuschia said...

Sinto o mesmo. Fico perdida no meio das novelas e não tenho paciência para as perceber.

pessoas com extremo bom gosto