4.15.2010

not me

nem sempre o que escrevo é verdade. ou por outra, é verdade quando o escrevo mas as verdades não são imutáveis, transformam-se sempre mal desviamos os olhos, de repente aquela verdade já não passa de uma treta qualquer que inventámos para desculpar uma coisa que nem sequer existe. isto para dizer que não, não é verdade que as coisas não possam ser resolvidas escrevendo falando gritando vivendo e mesmo rindo beijando insistindo ou seja de que maneira for. como tudo na vida, algumas sim e outras não. mas foi por não acreditar nesta verdade que cheguei aqui. o que é muito mau. e ao mesmo tempo tão bom.

2 comments:

puPupiTu said...

acho que percebo isto muito bem.
acho que poderia ter sido eu a escrever estas palavras.
acho, e não "tenho a certeza" como gostaria de ter escrito, porque as palavras são tuas e por serem tuas, só tu lhes conheces a verdade.

a mulher certa said...

Claro, escreve tão bem. Gosto imenso.

pessoas com extremo bom gosto