1.09.2007

Afinal

e depois de andar a jurar a toda a gente que não ía comer as passas, comi-as na mesma.
Sem grandes dramas nem uma fé extraordinária, comi-as.
Que finalmente começo a vislumbrar uma fraca luz no fundo do túnel.

2 comments:

Cláudia said...

Chama-se a isso o sindroma da Revolta das Passas. Já deve estar previsto nos compêndios da psicologia.

Eu este ano também fiz greve às passas.

... ou vai ou racha!! Não estamos com meias medidas!!

;-)

Margarida Atheling said...

Depois de andar anos a engolir as passas como quem engole comprimidos para uma doença qualquer, este ano decidi-me: não as comi mesmo.
Mas depois do fogo de artificio lembrei-me dos doze desejos. Ainda pedi uns, mas não consegui arranjar os doze. Fiquei-me pelos dez e, de alguns deles (quase todos, já nem me lembro. Lembro-me dos que realmente contam, uns três ou quatro.
O importante é que este ano seja bom, e eu até acredito nisso!

Bom Ano!!!

Beijinhos

pessoas com extremo bom gosto