1.31.2007

Então se calhar

do que estou farta mesmo é de um país (mundo?) onde as questões morais são discutidas, penalizadas, despenalizadas, referendadas, julgadas, legalizadas, juramentadas, puníveis com penas de prisão, amnestiadas, postas em causa em praça pública como se de armas de arremesso se tratassem e não de feridas profundas e expostas, com o pedaço de carne ainda lá agarrado já em meia putrefacção.

5 comments:

Margarida Atheling said...

Beijinhos!

Zuza said...

Não tens q justificar nada!
O blogue é teu escreves o que quiseres. Mas a incoerência é mesmo essa: estar-se farto de algo e não se fazer nada para o mudar. Isso é que me mata!

(tb nunca mudei o local de voto. continuo a votar no Porto. Não posso é deixar de lá ir. Desculpa-me a frase parola mas: desta vez eu sinto, e pela 1ª vez, que o meu voto pode mesmo fazer a diferença na vida de alguém)

clara said...

Zuza minha querida a ti desculpo-te tudo, tudo. Até mesmo que não me queiras vir visitar!
Bjs

pal said...

ó clara, é que realmente, quem muda um BI também muda um cartão de eleitor! ou então não muda nenhum!!! (que deve ter sido o que a Zuza fez...)

Zuza said...

Já vi convites mais descarados :P

(eu vou mudando os cartões à medida que sou obrigada. restam-me o carta de condução (ui) e o cartão de eleitora. nunca implicaram por não coincidir com o BI)

pessoas com extremo bom gosto