5.03.2007

Do dia da mãe

Claro que chegou a minha vez, eu que não acho gracinha nenhuma a estes dias.
Ora vejamos, para mim ser mãe é:
Acordar várias vezes de noite durante três anos seguidos, mudar fraldas, consolar birras, perder a paciencia, receber beijinhos (e às vezes pontapés), dar beijinhos (e às vezes palmadas), gritar, rir, espantar, estar muito cansada e mesmo assim fazer sopa, ir ao supermercado 3 vezes por semana, ter os ouvidos cheios de gritos, estar cansada e mesmo assim ter que pegar em miudos ao colo, (isto não acaba e não vai caber numa pétala tão pequena).

Vendo bem, o meu filho não sabe ler, por isso melhor mesmo é fazer-lhe um desenho na pétala.

3 comments:

Catarina Campos said...

O desenho de um coração.

Clara said...

Já fiz, Cat. Eram 3 corações, de tamanhos diferentes e um pequeno texto (nada inspirada mesmo).

Catarina Campos said...

:))))

pessoas com extremo bom gosto