11.06.2007

Ter um amigo

gay é do melhor. Os gays são em geral (passe-se a tipificação da coisa) mais divertidos, cultos, com bom gosto, paciência para conversas sobre acessórios, (os que cozinham) cozinham lindamente, conhecem sempre os melhores sítios para ir e, a cereja no topo do bolo, não ligam a futebol.
Mas na hora de escolher um vinho, a sério, peçam a um heterossexual.

4 comments:

antídoto said...

Concordo plenamente. O chato é quando tentam um avanço...

Pitx said...

- ou passarei de gajo que consideravas normal para parvo;

- ou já me consideravas parvo e continuas a achar;

- ou simplesmente aceitarás isto como um elogio e perceberás que a culpa da conclusão que explano a seguir é apenas minha:

não é estranho seres a mesma pessoa que escrevia naquele outro blog e, apenas porque mudaste de poiso e também de cores e tal (chama-se tempe leite. ou template em estrangeiro, certo?) eu passei a considerar-te não uma tipa com um blog vulgarzeco e banal para uma gaja que escreve bem - e sobre assuntos bestiais - cumó catano?

(repito, a ideia era ser um elogio. mas só que se calhar não os sei fazer doutra forma)

(desculpa)

Clara said...

Pitx, embora confusa sobre o conteúdo, agradeço a forma (o elogio). E não te considero (assim tão) parvo.

Otium said...

ahahahahah... o vinho revela...

pessoas com extremo bom gosto