1.23.2009

Não ponha isto no seu blog II

A minha filha está em crise. As crises da minha filha são fáceis de identificar porque ela tem insónias todos os dias, grita muito e embirra com tudo (não faço ideia a quem sairá).
Quando mencionei esta crise ao pai esperava ouvir o costumeiro "comigo não, está sempre bem" mas afinal respondeu-me que já tinha reparado, das muitas vezes que ela lhe desliga o telefone na cara.
Então pergunto-lhe se se passa alguma coisa na escola e com as amigas, responde-me que não entende as amigas, gostam do Angélico e da Bravo (a que ela chama "revista de mexericos sobre a vida das pessoas") algumas até vêem a Floribela (Lucybela?) e ela à parte, sem entender porque gostam as amigas de coisas tão bregas, ela à parte porque não acha piada a nenhum rapaz e quer é que a deixem todos em paz (sem grande sucesso, diga-se de passagem, a velha teoria dos limpa-pára-brisas). E eu, de manhãzinha (às 8 e 15 ainda é "manhãzinha", não merece sequer o epíteto de "manhã") enquanto lhe explicava como a crise deflagrou nos EUA à conta dos juros baixíssimos fixados pelo Greenspan penso que talvez em parte a culpa seja minha, estou a criar uma miuda intelectualóide que depois não se integra plenamente na sociedade onde todos vêm novelas e lêm Paulo Coelho. Mas já a deixo ver os Morangos com Açúcar. Não sei que mais posso fazer.

7 comments:

ecila said...

Se a deixas ver os morangos com acúcar, entao já estás a contribuir qualitativamente para diminuir o seu grau de intelecto, nao te preocupes ;-)

he he, Paulo Coelho, novelas e morangos com acucar (novela também), muito bom post! Esqueceste o "O Segredo"! ;-)

Clara said...

:))
Pois, o segredo também é bom, não li mas não me sinto com moral para gozar com aquilo (tenho a porta do frigorifico cravejada de fotos de coisas que gostava de ter depois de uma rpariga que conheço ter dito que "aquilo funciona mesmo").

LP said...

Que orgulho de filha. Que rabugenta que deve ser! E tu não te lembras de ter a idade dela. Eu lembro-me era um sofrimento pegado. Passa!

verdeervilha said...

parece-me que estás a fazer um óptimo trabalho :)

[que sei eu, nem uma planta sobrevive comigo, mas parece-me bem]

CCF said...

Eu fui uma miúda assim e é verdade sofri bem com isso. Felizmente a minha pré-adolescente faz uma combinação hábil das duas coisas e acho que é bem mais feliz do que eu fui.
~CC~

JBP said...

A Clara está a formar bem!
No mais,a filhota tem a sua própria perspectiva, o que é muito positivo!

dualitate said...

Não metam Paulo Coelho nisto lol. Eu aos 15 anos (ha 8 aninhos...)era estranha porque para além de achar bimba essas coisas todas que a tua filha acha, cometia o crime de ler imenso, e de ler paulo coelho idem. Acredita, para a minha geração(1985 rulla) paulo coelho de um certo modo fez com que muitos adolescentes "diferentes" não se considerassem assim tão desenquadrados. =) (continuo a gostar de Paulo Coelho)

Beijo doce

Espiral

pessoas com extremo bom gosto