1.07.2009

Dos anónimos sexys

ou como um blog chega ao sucesso sem links em parte nenhuma.

Tenho para mim que a expressão "fazer amor", sendo uma bonita metáfora, não faz sentido nenhum.

O amor faz-se? E em fazendo-se, é na cama?
Don't think so.

6 comments:

Canto Definido said...

Esse "fazer amor" a 2 palavras parece-se mais com um "jogar futebol" ou "beber chá", tenho tentado descrever alguns fragmentos desse sentimento, e dizem-me que complico, mas é mesmo de difícil "arranjo" :)

Mãe da malta said...

Clara, perguntas complicadas a esta hora...

Clara said...

Complicada era se eu tivesse perguntado que expressão usam...

Fulacunda said...

levantas a mesa? fazes a cama? dás muitas voltas à vida? e por fim, usando uma analogia com a tua pergunta: comes/canibalizas alguém?

ora, tudo não passa da necessidade de usar um verbo activo para melhor enquadrar e dar força à expressão. embora confesse que nunca me ouvirão dizer: "olha, ontem fiz um belo amor", mas pronto, cada um veste a sua roupagem.

Clara said...

"necessidade de usar um verbo activo para melhor enquadrar e dar força à expressão"? Eu não acho, Zé. Eu nem sei o que é que me desagrada, nunca gostei da expressão, é uma coisa meio visceral.

menina limão said...

Se "fazer" estiver para "construir", então o amor faz-se. Porque o amor constrói-se, precisamente. Na cama, também.

Mesmo assim, eu cá prefiro "foder", i mean, dizer "foder" - cof cof cof - em (bom) nome do sexo-bem-feito (não excluíndo qualquer carga emocional, portanto escusam de me alertam para a suposta diferença)

pessoas com extremo bom gosto