10.05.2010

what a difference a day makes

ainda a semana passada todos pareciam arrastar os desgostos amorosos como malas pesadas e fora de moda e hoje já só vejo bebés a serem programados, aneis de noivado no facebook e namoros secretos que sugam os amigos para locais invisíveis.

tenho andado a olhar para o lado errado ou o mundo ficou muito equilibrado de repente?

12 comments:

Maria Inês said...

mine is still the same.

margarida said...

O meu não. Ainda está tudo muito pendente só para o meu lado. :/

Luna said...

Engraçado hoje olhei ao meu redor e achei que andava tudo mal, tudo descontente e desorientado... Devemos viver em mundos opostos ;)

Clara said...

foi questão de passar tempo com outras pessoas, olhar para o outro lado. estava farta de ver rupturas, foi refrescante. não falo da minha experiencia pessoal aqui, foi só de olhar para os outros.

margarida said...

Olhando para os outros sim. As minhas amigas vão casar, quase todas. As que não vão estão bem emparelhadas, pelo menos por enquanto. Na blogosfera também todos têm alguém. Que saudades quando éramos todas solteiras... Brincadeira. Tens razão, o Verão deu os seus frutos.

Miss Pu said...

o meu mundo não podia estar mais desequilibrado, aliás acaba de desabar. uma espécie de queda do muro de berlim fodido fodido mas "optimisticamente" falando, passará

Miss Pu said...
This comment has been removed by the author.
Miss Pu said...
This comment has been removed by the author.
Miss Pu said...
This comment has been removed by the author.
Miss Pu said...
This comment has been removed by the author.
Anna said...

O mundo vai oscilando para um lado e para o outro, discretamente, como um barco parado ao largo numa baía sossegada...
E é assim: hoje choram-se mágoas e projectos desfeitos e amanhã a maré virou o barco e de repente os projectos novos brilham no horizonte, os sentimentos novos despontam...
Entender? Acho que não é suposto...
;)

Pinkk Candy said...

a mim parece que cada vez mais tudo é cíclico, as coisas más não duram para sempre, nem tão pouco as boas.

xx

pessoas com extremo bom gosto