5.08.2008

Pois

Estou fartinha de dizer que não tenho saudades do Porto. Eu não tenho saudades de viver no Porto, mas hoje ao desejar boa viagem a um amigo que foi para lá, memórias de sítios que adoro no Porto e onde fui (durante os momentos em que lá estive) feliz, surgiram-me em catadupa.
A Tavi, com a melhor esplanada da Foz onde comi tantos croissants com os miúdos. O Bazaar, onde a minha amiga protagonizou a cena mais hilariante da minha vida, a esplanada da praia do titan, onde passei todas as tardes do último ano em que lá vivi, o bar da praia da luz, a esplanada da marina nos almoços de domingo, a vista dos jardins do palácio de cristal, o restaurante de Serralves.
Não vale a pena estar zangada com uma cidade que não me fez nada apenas porque tive momentos menos bons lá. Carrego comigo estas memórias felizes, cada vez mais do que as menos felizes.

11 comments:

corine said...

deve ser mesmo esse o espírito...
Os outros momentos, não que se deva esquece-los mas, não devem ser sobrevalorizados.
O Porto é uma cidade encantadora, a Foz e Serralves serão provavelmente dosi dos lugares de eleição...

Nada de tristezas, não só não pagam dívidas, como se diz, como fazem imensas rugas!!!!

pal said...

isso passa ;)


(não conheço o Bazaar...)

Clara said...

Claro que não conheces Pal, tu és uma senhora.

Corine, eu não estava triste, estou(va) era sempre a dizer mal do Porto, nos 3 anos em q lá vivi.

pal said...

ah pois, esqueci-me que sou uma senhora...

(what???)

Miguel said...

Tanto tempo com a caixa dos comentários aberta, a pensar no que te dizer...
Olha, a cidade também não fica triste por dela não teres saudades e fica vaidosa pelos sítios que lhe gabaste (até o da vizinha Matosinhos).
Guarda saudades dos bons momentos...aqui, aí, de todo o lado e aprende com os menos bons, nada mais lhes concedendo para além disso.
Um dia terás saudades do Porto. Apostas?

Clara said...

Miguel, eu tenho saudades do Porto. Não tenho é saudades de morar aí.

Pal, és uma senhora (casada), logo não andas nesta má vida (discotecas e assim).

said...

Clara, este teu ultimo comentário é do mais preconceituoso que tenho lido de ti por aqui.
Essa tua mania de arrumares tudo nas gavetas e de teres de encontrar uma etiqueta para cada coisa ... ai, ai

Clara said...

Zé, podes ter achado, mas mesmo assim conseguiste fazer um ainda mais preconceituoso.

Aposto que a Pal entendeu que eu não estava a falar a sério.

said...

touché

(fui abelhudo)

BlahBlahBlah said...

Clara,

Eu sou do Porto e de Cascais, e de Macau e das Janelas Verdes e...
e, desculpe, mas esse "estou(va) era sempre a dizer mal do Porto, nos 3 anos em q lá vivi"... espero que ainda assim tenha sido bem tratada no Porto, porque viver no Porto a dizer mal do Porto não me parece que...

enfim. Bom fim de semana.

dora said...

Eu adoro o Porto e não gostei de morar no Porto. Acho que só consigo amar o Porto se não viver lá.
Tu tens outros motivos que eu não tenho para não gostar de viver no Porto, mas digo isto só para demonstrar que compreendo que se possa ter uma relação dessas com uma cidade.

pessoas com extremo bom gosto