5.02.2008

Será dia da mãe

e eu vou lembrar-me, nunca pensei que pudesse ser tão difícil ser mãe.
Será dia da mãe e pensarei que o que queria era descansar e não ser mãe por uns dias (semanas).
Vai ser dia da mãe e vai-me passar pela cabeça que ser mãe não deveria ser assim um sacrifício constante, ou que se calhar só pode ser assim, sair do emprego e ir buscar um e depois o outro a outra escola, ir a correr para a ginástica, voltar a correr para casa, arrastar duas mochilas, um cesto, sacos de compras e casacos, tirar a custo a chave da porta, ralhar porque ele não se despacha e eu estou tão carregada, entrar em casa, fazer o jantar e arrastá-lo para o banho aos gritos, depois rir muito porque diz uns disparates no banho, depois ralhar porque não me ajuda a vesti-lo, depois ir a correr buscá-la à ginástica, trazê-los de volta, gritar muitas vezes para ela ir para o banho, pôr a mesa, ralhar porque ele não janta sozinho, discutir de quem é o dia de ver televisão, depois ler-lhes uma história na cama (agora é a fada Oriana, a três ou quatro páginas por dia), depois ter ainda tantas coisas por fazer e estar tão tão cansada. Não sei se tem de ser assim. É-o. E não me deixa tempo para mais nada. Eu quero muito ter tempo para outras coisas, mas sinceramente não sei como.

4 comments:

Micas said...

O tempo chega com o tempo.
Não é fácil. Coragem!

BlahBlahBlah said...

Hummm...

corine said...

se é realmente assim ser mãe, ou se só pode ser assim não faço ideia nem me arrisco a afirmar mas, com as devidas diferenças, é muito próxima da minha experiência.
Não é fácil, aliás não é nada fácil!! Mas essa gargahada que se dá no banho ou a propósito de outra coisa qualquer são momentos de extrema felicidade. A maternidade só pode ser vivida em pleno quando as questões mais práticas nela envolvidas, são de alguma forma partilhadas.

não sei se o tempo chega com o tempo, acho que apenas vai mudando a forma como se ocupa. a maternidade é para sempre.

Vera&Catarina said...

Olá Clara!
Ser Mãe é realmente uma tarefa que se assume para a Vida inteira! Eu sou Mãe há 17 anos, de 4!
Também estou agora a passar uma fase em que acho que o meu tempo está a ser completamente desperdiçado com coisa que não interessam nada, como engomar, dobrar meias e cuecas...a minha estante abarrota de livros por ler...a minha cabeça abarrota de coisas interessantes que gostaria de fazer, os meus dedos querem desesperadamente escrever coisas interessantes, mas o tempo de uma Stay Home Mother é inexistente...
Não desesperes! Acredita que vais conseguir! Aprende a gerir o TEU tempo, porque tens que o criar e não deixar que to ocupem.Vera

pessoas com extremo bom gosto