12.02.2011

fear no evil



eu ensinei-me a mim própria a ser positiva. não foi um trabalho fácil e hoje ainda não é. é uma luta constante mas meritória, quando penso na voz que oiço muitas vezes, em dias como o de hoje "vai correr tudo bem".

mas ainda me preocupo com o nosso futuro quando, ao explicar à minha filha que pai ela só terá aquele e portanto é bom que ela se orgulhe do pai que tem, o meu filho de 7 anos me venha segredar "isso não é verdade, o antónio tinha um pai e agora tem outro".

*imagem roubada ao meu querido joão, definhando de saudades [no velho continente].

2 comments:

joão miguel amaro correia said...

só agora vi isto.
já vou, já vou.

beijo

j

fpedrofm said...

Vem, vem e estas convocado para uma janta na Terça- feira com a Clara em mnha casa, se puderes

pessoas com extremo bom gosto