9.27.2007

faltas

ou de como o tempo consegue dourar até as coisas mais obscuras.
Há umas duas semanas que não vou à praia (seria impensável lá) e hoje fiquei com vontade de comer uma francesinha no Capa Negra (coisa que, em 3 anos no Porto fiz umas duas vezes, mas enfim).

8 comments:

Kika said...

Ups... Hoje também acordei com vontade de comer francesinha.
E já arranjei comparsas para irmos experimentar as do café ao pé do meu trabalho, queres vir?

Clara said...

É em Lisboa? Comer francesinhas em Lisboa é crime punível com uma terrível indisgestão.

said...

Comentário eliminado

(eu podia ter escrito mesmo um comentário sobre essa do crime só se fosse contra vontade, e depois apaga-lo. mas assim dá o mesmo efeito, e menos trabalho)

Clara said...

Zé, tu és muuuuuuuito à frente. És tu e o Santana.

rosa said...

Se fosse só isso que te fosse fazer falta(saudades)...

Margarida Atheling said...

Sorte a minha, que uma dessas vezes foi comigo!
Tudo, incluíndo os sítios, tem alguma coisa de bom. E dessas coisas que dizes, até eu que só lá estive uma vez (assim mesmo estar, e não apenas passar), lhes sinto a falta.

Bjs

Kika said...

Nã, na Baixa do Porto, e por acaso são uma porcaria.

Clara said...

ui kika, isso a Margarida sabe bem, já passou pelo mesmo.

pessoas com extremo bom gosto