9.10.2007

Pois

minha querida, acho que sim, que existem pessoas assim que nos ligam os botões todos. Mas se falas de homens, e contemplando a minha fase "bem podem morrer a tentar antes que consigam sequer ligar um único botão", nem imaginas a paz interior que se ganha sem isso.

6 comments:

m. said...

Ah pois é!
Saudades que já sinto dessa paz!...
É que há quem ligue os botões todos mas depois, não têm capacidade para operar com tantos circuitos ao mesmo tempo, e nós é que ficamos com as avarias nos fios condutores que ligam os botõezinhos.
Dessa paz interior é que eu precisava agora!

M.

said...

então é por isso que as meninas às vezes costumam dar choque! ahhhh

catarina campos said...

Claro que imagino. Sei muito bem o que é, essa paz interior. Eu estava lá antes, remember? Totalmente zen em comunhão com o universo etc e tal e com essa frase tua como karma. Na maior, diga-se. Sim, que nos saibamos tão vulneráveis a quem nos liga os botões todos é verdadeiramente aterrador. Instala-se a dúvida, a angústia, o que pode acontecer depois, de mau, que dê cabo de nós (lá lá estivemos, não queremos mais disso). Mas o outro lado compensa largamente. A probabilidade de, como uma vez me disseram "correr um sério risco de sermos felizes um com o outro".
beijos

(trocado por miúdos: são fases, minhas querida, fases necessárias da vida, mas fases apenas, baisberi)

Clara said...

hummmmm, cat, pois eu...estou muito espiritual, é isso.

zé, às vezes? Mesmo quase sempre, diria.

m., e tê-la-às. Sabes quanto tempo demorei aqui a chegar?

Anonymous said...

Clara,

diz là, onde arranjaste o antídoto para o curto-circuito, precisava disso (a longo prazo porque a curto, já o tenho, LOL)!!

N

Anonymous said...

M,

dou-te a receita para os fios se manterem estáticos a curto prazo:
1º - uma massagem à escolha;
2º - um chá relaxante ou um whisky:
3º - um xiri!

O resultado é paz interior zen!!!

bj
N

pessoas com extremo bom gosto